29.6.15

Como ser invisível

Cody Carlson se infiltrou em fazendas de criação para investigar abusos contra os animais. Ele dá suas dicas para não ser percebido.



22.6.15

Bóia-fria

Restaurantes japoneses em São Paulo estão apostando no bentô - a linda marmita japonesa.

18.6.15

Quando os PCs eram novidade

Como anunciar toda uma nova categoria de produtos? O desafio que Apple e IBM encontraram quando lançaram seus computadores pessoais. Parte de uma série sobre a publicidade nos anos 70.

12.6.15

Estraçalhando verdades

Pós-modernos e o pessoal dos estudos culturais atacaram os conceitos de verdade por motivos políticos de esquerda, sem esperar que a direita mais idiota e radicais religiosos adotassem suas ideias para seus próprios fins. Nunca houve tantas justificativas para quem quer ser ignorante.



11.6.15

Metafóras

If you could ask Dante where he got the idea of life as a road, or Rilke where he found the notion that time is a destroyer, they might have said the metaphors were hewn from their minds, or drawn from a stock of poetic imagery. Their readers might have said the imagery had origins more divine, perhaps even diabolical. But neither poets nor readers would have said the metaphors were designed. That is, the metaphors didn’t target people’s cognitive processes. They weren’t engineered to affect us in a specific way.

Can metaphors be designed? I’m here to tell you that they can, and are.



10.6.15

Outra coisa na sua cabeça

Ou o problema da consciência já está resolvido - e a resposta é simples - ou vamos conviver com ele por muito tempo. Mas não deixa de ser fascinante.



Pagando fontes

O Wikileaks está arrecadando US$100 mil para comprar documentos da Parceria Transpacífico. Pagar fontes é prática execrável no bom jornalismo, mas nesse caso não parece apenas razoável, mas necessário, em um caso em que o interesse público ganha das boas práticas. E quais as consequências possíveis disso?

Proibido para daltônicos

Encontre o quadrado de cor diferente. Fácil assim.

Coisa da sua cabeça

Se fingir de doente é algo que as pessoas fazem há muito tempo, por diversos motivos. Mas, às vezes, o próprio fingimento é a doença, como no caso da síndrome de Münchausen.

8.6.15

Idade das Trevas

Antes do Google, as pessoas buscavam respostas a perguntas estranhas nas bibliotecas. A biblioteca pública de Nova York tem um arquivo dessas perguntas.

7.6.15

Zoológico ambulante

Pessoas nos EUA inventaram a categoria de "animais de apoio emocional" para poderem levar os bichos para todo canto. Uma jornalista experimentou passear com cinco bichos diferentes - de cobras a alpacas - em diversos lugares, como museus e restaurantes.

Departamento de Aquisições





Perco o amigo, mas não perco a piada

Embora tenha meus momentos de dúvida, acho que tudo pode ser motivo de piada. E regras do tipo "ria de quem está por cima, não por baixo" só fazem diminuir a graça e as possibilidades de iluminação e comentário social do humor. E, nesses tempos de humoristas fazendo o papel intelectuais públicos - qualquer censura ao humor é uma censura à possibilidade de discutir ideias. Em particular, acho que Amy Schumer é particularmente boa em lidar com temas espinhosos.

1.6.15

Congregação atéia

Em busca de maior aceitação, grupo de ateus nos EUA estão se organizando para mostrar que são gente boa, se concentrando em uma mensagem de tolerância e aceitação e deixando de lado os debates teológicos. Como se essas questões não fossem fundamentais em assuntos cotidianos.